Coisas do banco do brasil!

Há muito tempo, quando o Banco do Brasil era considerado o maior banco rural do mundo, mantinha em sua Carteira Agrícola um quadro de avaliadores (também conhecidos por “fiscais”) que eram pessoas com conhecimentos na área, contratadas para verificar “in loco” se os pedidos de financiamento estavam em ordem, etc., etc.

Ocorre que nem sempre eram pessoas com bom nível de escolaridade. O que valia era o conhecimento prático. Daí nos relatórios constarem algumas “batatadas” que algum gaiato, como não poderia deixar de ser, anotou para alegria de todos nós:

– “O sol castigou o mandiocal. Se não fosse esse gigante astro, as safras seriam de acordo com as chuvas que não vieram”.

– “Mutuário triste e solitário pelo abandono da mulher não pode produzir”.

– “Acho bom o Banco suspender o negócio do cliente para não ter aborrecimentos futuros”.

– “Vistoria perigosa. As chuvas pluviais da região inundaram o percurso, que foi todo feito a muito  custo”.

– “Mutuário faleceu. Viúva continua com o negócio aberto”.

– “O contrato permanece na mesma, isto é, faltando fazer as cercas que ainda não ficaram prontas”.

– “Foi a vistoria feita a lombo de burro com quase 8 km”.

– “A máquina elétrica financiada era toda manual e velha”.

– “Financiado executou trabalho braçalmente e animalmente”.

– “O curral todo feito a capricho, bem parecendo um salão de baile a fantasia”.

– “Visitamos o açude nos fundos da fazenda e depois de longos e demorados estudos constatamos que o mesmo estava vazio”.

– “Os anexos seguem em separado”.

– “A lavoura nada produziu. A garantia era um jumento, mas o mutuário fugiu montado na garantia”.

– “Era uma ribanceira tão ribanceada que se estivesse chovendo e eu andasse a cavalo e o cavalo escorregasse, adeus fiscal!”.

– “Tendo em vista que o mutuário adquiriu aparelhagem para inseminação artificial e que um  dos touros holandeses morreu, sugerimos que se fizesse o treinamento de uma pessoa para  tal função”.

– “Chegando à fazenda do Sr. Pedro “Jacaré” e não encontrando o referido réptil…”

– “Assunto: Cobra. Comunico que faltei ao expediente do dia 14 em virtude de ter sido mordido  pela epigrafada”.

(Fonte: anotações diversas de vários funcionários).

Anúncios

About Leandro

Um Blogueiro de 15 anos , que tenta ser reconhecido na blogosfera .. tenho vários sonhos mais o que eu mais alimento é de um blog de sucesso ! , siga o Yfrends no Twitter : @Yfrends_blog

Posted on Fevereiro 12, 2011, in loskuras. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixa seu comentário no YF!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: